ATÉ QUE EM FIM CHEGOU O FIM DE ANO

ATÉ QUE EM FIM CHEGOU O FIM DE ANO

terça-feira, 15 de julho de 2014

O VERDADEIRO LEGADO DA COPA.




Juros para crédito a pessoa física e jurídica aumentam em junho, aponta Anefac
As taxas de juros das operações de crédito registraram nova alta em junho, aponta levantamento divulgado hoje (15) pela Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac). Trata-se da décima terceira elevação seguida. A taxa média geral para pessoa física avançou 0,05 ponto percentual, em relação a maio (5,98%), e ficou em 6,03% no último mês. Para pessoa jurídica, houve alta de 0,03 ponto percentual, passando de 3,41% para 3,44% em junho. Essa é a maior taxa média de juros para empresas desde julho de 2012.
Das seis linhas de crédito para pessoa física, apenas o financiamento para automóveis teve redução. A taxa passou de 1,8% para 1,78%. O juro do cartão de crédito foi o que apresentou maior alta, passando de 10,52% para 10,7%, alta de 0,18 ponto percentual. O cheque especial (de 8,22% para 8,28%) e o empréstimo pessoal por meio de financeiras (de 7,29% para 7,35%) tiveram suas taxas elevadas em 0,06 ponto percentual. Em seguida, estão os juros do empréstimo pessoal com bancos (de 3,41% para 3,45%) e do comércio (de 4,62% para 4,64%).
Para as pessoas jurídicas, das três linhas pesquisadas, uma teve redução. A taxa média de juros de capital de giro caiu 0,02 ponto percentual, passando de 1,84% para 1,82%. Esse é o menor resultado desde abril de 2013. As operações de crédito com desconto de duplicatas (2,52%) e conta garantida (5,98%), por sua vez, apresentaram queda nas taxas de 0,04 e 0,06 ponto percentual, respectivamente.
Na comparação com a taxa básica de juros, a Selic, desde março do ano passado houve elevação de 3,75 pontos percentuais. Nesse período, os juros médios para pessoa física subiram 13,93 pontos percentuais, de 87,97% ao ano, em março de 2013, para 101,9% ao ano, no mês passado. As empresas tiveram melhor condição, com elevação de 6,48 pontos percentuais, de 43,58%, ao ano, para 50,06%.
A Anefac avalia que os resultados refletem as elevações do “aumento da inadimplência bem como o cenário econômico nacional com expectativa de piora nos índices de inflação e de crescimento econômico”. A entidade avalia que a tendência é que, a curto prazo, a Selic se mantenha inalterada, o que deve fazer com que as taxas de juros das operações de crédito mantenham-se estáveis.
Fonte: http://agenciabrasil.ebc.com.br

SÓ FAZ DE CONTAS




Uso da internet nas escolas públicas cresce, mas conexão ainda é lenta
O percentual de professores de escolas públicas que utilizaram a internet durante as aulas em 2013 foi 46%. O número representa crescimento de dez pontos percentuais em relação a 2012 e foi divulgado pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil, na pesquisa Tecnologias da Informação e Comunicação na Educação.
O levantamento, feito com 994 escolas públicas e privadas de todo o país, revelou também que a velocidade de conexão com a internet é menor nas instituições públicas do que nas particulares. Os dados revelam que 43% das escolas particulares dispõem de internet com velocidade entre 5 e 10 mega. Por outro lado, entre as instituições públicas, 52% contam com conexão a internet de até 2 mega.
Entre os recursos educacionais mais usados pelos professores, estão imagens, figuras, ilustrações ou fotos (84%), textos (83%), questões de prova (73%), vídeos (74%), jogos (42%), apresentações prontas (41%), e programas e softwares educacionais (39%).
A coleta de dados desta quarta edição da pesquisa ocorreu entre setembro e dezembro do ano passado. Foram entrevistados 939 diretores de escolas, 870 coordenadores pedagógicos, 1.987 professores e 9.657 alunos.
De acordo com as informações, a sala de aula cresceu como local de uso do computador e da internet, o ambiente mais comum para o uso de computador ainda é a casa do estudante. Apenas 7% dos alunos da rede pública e 2% dos estudantes de escolas particulares disseram que acessam a internet, mais frequentemente, em suas escolas. A maioria usa a rede mundial de computadores com mais frequência em casa: 68% dos alunos de escola pública e 93% dos matriculados em escolas particulares.
Fonte: http://agenciabrasil.ebc.com.br

EX-PREFEITO DE GOIANINHA PERMANECE COMO FICHA SUJA




O desembargador Claudio Santos manteve a sentença da 5ª Vara da Fazenda Pública de Natal, a qual julgou uma demanda referente às contas do ex-prefeito de Goianinha Rudson Lisboa, que ficou impedido de concorrer ao pleito eleitoral de 2014. Segundo a decisão monocrática do desembargador no Agravo de Instrumento, até posterior decisão da 3ª Câmara Cível do TJRN, não há qualquer documento que ampare a pretensão do ex-gestor de que seja reformulada a sentença.
De acordo com os autos, o ex-prefeito exerceu mandato nos anos de 2001 a 2008 e, conforme previsão constitucional, submeteu suas contas ao julgo preliminar do TCE/RN, que julgou irregulares as contas prestadas, nos autos do processo nº 003846/2006-TC, de 22 de agosto de 2012.
O TCE, além de outras sanções, determinou o ressarcimento ao erário municipal de R$ 32.073,97, sendo R$ 16.742,50 em virtude da concessão indevida de diárias e R$ 15.407,70 pela não comprovação do emprego dos recursos.
“Destaco que, diferentemente da alegação feita pelo agravante (ex-prefeito), as razões de decidir do Juízo monocrático mostram-se condizentes e, em primeira análise, acertada, já que é prematuro, neste momento, qualquer juízo acerca de suposta ilegalidade ou abusividade da decisão do Tribunal de Contas do Estado”, enfatiza o desembargador.
Fonte: http://blog.tribunadonorte.com.br

369 ANOS DO MASSACRE DE CUNHAÚ




Católicos relembram mártires
A comunidade católica de Canguaretama homenageia nesta quarta-feira, os 369 anos do Massacre de Cunhaú, como se chamava o engenho de açúcar da família Albuquerque Maranhão, onde, no século 17, tropas dos invasores holandeses protestantes  assassinaram 69 pessoas por não abjurarem a fé católica. As celebrações começaram no domingo e vão até o próximo domingo (20), na Paróquia de Nossa Senhora da Conceição. O padre José Pereira da Silva Neto dirige a paróquia há um ano e meio, e disse que o seu intuito “é tentar redescobrir o valor histórico, cultural e religioso da capelinha de Cunhaú.”
Padre José P. Neto vem de uma experiência de dois anos como auxiliar na paróquia de Santa Cruz, onde contribuiu para a construção do monumento religioso em homenagem a padroeira daquele município da região do Trairi, Santa Rita de Cássia.
Para o pároco de Canguaretama, é preciso resgatar o papel histórico-religioso da capela: “Em 1949, Câmara Cascudo já dizia que Cunhaú era o santuário histórico do Rio Grande do  Norte, precisamos valorizar aquele espaço onde o padre André de Soveral e seus companheiros deram à vida por Jesus Cristo”.
O religioso lembrou, ainda, que o falecido arcebispo  emérito de Natal, dom Nivaldo Monte, dizia que “Cunhaú era o marco religioso mais importante do Brasil, porque foi lá que os primeiros mártires brasileiros morreram por causa da fé católica”.
Segundo o padre, depois da restauração da capela pela Fundação José Augusto, em 1995, Cunhaú não recebeu novos investimentos, além de uma estrada asfaltada. A capela preserva a sua fachada original, lá ainda existe um arco original em pedra-sabão vindo de Portugal, mas, não tem quase nada além disto.
“Tudo é muito novo, tudo está renascendo, teve uma efervescência em 2000 com a beatificação dos protomártires de Cunhaú e Uruaçu, em São Gonçalo do Amarante (a ser comemorada em 3 de outubro) pelo papa João Paulo II, e agora estamos tentando resgatar o afeto e devoção dos potiguares aos santos mártires”, disse o padre José Neto, que defende uma restruturação de Cunhaú: “Nós temos um santuário de 750 metros quadrados que está com sua infraestrutura comprometida, muito precária, o romeiro vem por curiosidade, mas não volta.”
O historiador Francisco Galvão escreveu um livro sobre o massacre de Cunhaú, que deve ser publicado em 2015.  “Não deu tempo pra lançar agora, porque está  passando por correção”. Ele lembra que o morticínio de 16 de julho de 1645 é um marco para o município de Canguaretama, situado 76 km ao sul de Natal: “Quando as pessoas passam a conhecer um pouco mais da história, vê que é um marco católico para o Estado e para o Brasil”.
Francisco Galvão disse que o povo guardou na memória o massacre de 1645 durante todo esse tempo, “até que Câmara Cascudo e a Igreja Católica retomou a história oficial na primeira metade do século XX”.
Segundo Galvão, o engenho Cunhaú era a propriedade rural mais poderosa para a economia do Rio Grande do  Norte no século XVII. “Na cabeça das pessoas ficaram resquícios da religiosidade popular, elas não sabiam explicar direito, mas sabiam que alguma coisa tinha ocorrido ali, isso se aliou à história oficial”.

Para Galvão, o massacre de Cunhaú tem uma importância nacional, “porque ali nasceu o sentimento de brasilidade, foi quando se pensou em ser brasileiro”.  A pressão dos holandeses para que os católicos renunciassem à sua fé, “revoltou quem morava na colônia, fazendo com  que as pessoas se unissem para expulsar os holandeses”.

Programação
Festa religiosa de Cunhaú

Dia 15
8h00 - Visitação Setor Piquiri e Outeiro (Grupo de Oração NSF)
15h00 - Evangelização – Juventude
19h00 - Vigília de Oração - Capela Santuário

Dia 16
5h00 - Alvorada Festiva
8h00 - 2ª MartBike (saindo do Cruzeiro para a Capela do Cunhaú)
10h00 - Louvor de Acolhimento no Santuário Chama de Amor
12h00 - Adoração – Santuário dos Mártires
15h00 - Terço da Misericórdia – Santuário dos Mártires
15h30  - Show Louvor - Campo dos Mártires
17h00 - Missa Solene dos Mártires

Dia 17
9h às 12h - Adoração nas famílias (todas as comunidades)
15h00 - Evangelização – Setor Conj. Abel Vieira, Sertãozinho, Bosque das Palmeiras-Salém e Conj. Pastor José Fernandes - Juventude.
19h00 - Missa – Conj. Pastor José Fernandes.

Dia 18
8h00 - Visitação Setor Centro, São José, Lagoa de São João, Vila Vinten, Cercado Grande, Conj. Ana Catarina.
15h00 - Evangelização – Juventude
19h00 - Missa – Vila Vintém

Dia 19
9h00 - Visitação Setor Barra do Cunhaú e Vila Flor
15h00 - MartFest
19h00 - Bênção do Santíssimo Sacramento

Dia 20
7h00 - Missa – Matriz
9h00 - Encontro com as crianças
9h00 - Confissões – Santuário
10h30 - Missa no Santuário
19h00 - Missa Solene de Encerramento e Comemoração – Matriz
20h00 - Chá partilhado de Comemoração
Fonte: Tribuna do Norte

sexta-feira, 11 de julho de 2014

NOMEAÇÕES DA SAÚDE. ESPERAR PRA VER.


Nomeações da Saúde devem sair até a próxima semana
A expectativa do Governo do Estado é nomear os 737 candidatos aprovados no concurso público realizado pela Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) em 2010, até a próxima semana. O impacto na folha mensal é estimado pela Sesap em R$ 2,1 milhões. Com a decisão de nomear os candidatos, atendendo à determinação do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), o governo deverá ultrapassar o limite máximo estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), porém ainda não há estudo da dimensão desse impacto.  Atualmente, o gasto com pessoal já está acima do limite prudencial.

O titular da Sesap, Luiz Roberto Fonseca, disse que a publicação no Diário Oficial do Estado (DOE) ocorre até o início da próxima semana. O grupo a ser nomeado está no cadastro de reserva, conforme as necessidades apontadas por parecer da Comissão Técnica de Dimensionamento de Recursos Humanos.
O titular da Searh, Antônio Alber da Nóbrega, explicou que o processo referente à nomeação começaria a tramitar na secretaria apenas ontem. O secretário disse ainda que é necessário fazer um levantamento minucioso sobre o impacto financeiro nas contas do Estado. “O processo chegou hoje [ontem]. Vamos analisar detalhadamente. Antes da nomeação ser publicada no DOE, a governadora precisa saber, de fato, quanto será necessário investir. É possível que seja aproximadamente R$ 2,1 milhões, mas vamos analisar”, contou. Quanto ao limite máximo da folha, estabelecido pela LRF, o secretário disse que o Governo poderá ultrapassá-lo na forma legal, por estar cumprindo uma determinação judicial. “Só saberemos o impacto real no fim do quadrimestre. Ainda há muitas coisas a serem consideradas. São muitas pessoas e não sabemos se todas vão assumir os cargos”.

Atualmente, a folha mensal do Estado representa cerca de R$ 320 milhões, segundo Alber. Os R$ 2,1 milhões representariam 0,6% a mais, por mês. No último quadrimestre, a despesa do Estado com pessoal foi de 48,91%, quando o limite máximo é de 49% - uma diferença de 0,09%. O limite prudencial, de 46,55% já fora ultrapassado. 

Vagas abertas
A Sesap conta 442 vagas ociosas. A maioria delas  – 410 – foram abertas devido a aposentadoria de servidores. Até o fim deste ano, pelo menos mais 21 servidores devem se aposentar. As demais vagas ociosas são originárias de falecimento (31) e demissão (1). Além destas, outras 44 vagas estão desocupadas devido a pedido de exoneração e não são contabilizadas para possível reocupação.
Com a nomeação dos novos servidores, os gestores da Sesap esperam que haja economia com a redução de contrato de plantões eventuais e gastos com cooperativas que recebem repasses para cobrir a falta de profissionais. Porém, informações de dentro da Sesap alertam que o gasto com as cooperativas médicas não deve ser reduzido.  Isso ocorre porque faltam especialistas na lista de nomeados. “Especialidades como neurologia e anestesiologia são cobertas completamente com as cooperativas. Não há como reduzir os contratos. Pelo contrário, é possível um acréscimo”, informou fonte ouvida pela reportagem.
De acordo com a Sesap, o Governo já convocou, desde 2012, 1.550 servidores para a rede estadual de Saúde. O último levantamento fornecido ao Sindicato dos Servidores da Saúde, em março passado, apontou déficit de mais de dois mil servidores. O maior hospital da rede estadual,  o Walfredo Gurgel, tinha uma deficiência de 559 servidores.